PROGRAMA DO FESTIVAL

A apresentação em antestreia do filme “Raiva”, de Sérgio Tréfaut, assinala o início oficial da VI Edição do Festival Internacional de Cinema de Marvão e Valência de Alcântara – Periferias, que se realiza de 10 a 20 de Agosto.

O Castelo de Marvão é o palco escolhido para a abertura deste evento transfronteiriço, cuja aposta passa por apresentar cinema de autor, em itinerância através de um conjunto de aldeias históricas e lugares emblemáticos da raia luso-espanhola.

O programa deste ano abarca um conjunto de cerca de quarenta títulos, entre documentários, ficção e animação, com uma larga representação de filmes e autores dos dois países ibéricos.

Os filmes serão apresentados, maioritariamente, em sessões nocturnas ao ar livre, estando anunciada a presença de vários dos realizadores, entre eles Sérgio Tréfaut, Catarina Mourão, Hugo Magro e, ainda, os espanhóis Joaquín Rodrigo, Rubin Stein, Josep Lluís Penadès, Rodrigo Canet y Eva Urbano.

Aos palcos habituais do festival – Marvão, Valência de Alcântara, Galegos, Fontañera, Portagem, Beirã e Santo António das Areias – somam-se este ano as localidades de Cedillo e Malpartida de Cáceres, em Espanha, e Castelo de Vide e Porto da Espada, em Portugal.

Antes do arranque oficial do Festival, têm lugar duas sessões especiais em Cedillo, a 8 e 9 de agosto, nas quais serão projectados os documentários “Guadalquivir”, de Joaquín Gutierrez Acha, e “Luna Grande, Un tango por Garcia Lorca”, de Juan José Ponce.

Já em Marvão, dia 10, com o castelo da vila por cenário, decorre a gala de abertura e a projecção de “Raiva”, filme inspirado numa obra literária do escritor Manuel da Fonseca, no qual se retrata o alentejo rural antes do 25 de Abril.

Sérgio Tréfaut, o premiado realizador e autor desta adaptação cinematográfica, estará presente na ocasião e procederá à apresentação do filme, acompanhado do actor e protagonista, Hugo Bentes.

Veja aqui o programa completo